25.8.13

silly season, afinal...

 
Nestas férias comprei o "Sonho de Menino" do Tony Carreira no itunes por 0,99€.
Gosto daquela melodia fácil e simples, a letra curtinha e de rima óbvia.
Tem tudo a ver com o Verão.
Curto e esquecível.
O itunes, que é muito esperto, sugere-me agora que compre o "Baile de Verão" do José Malhoa e o "Best of Quim Barreiros".
O meu perfil deve ter ficado baralhado lá naquele sítio, pois já comprei Rachmaninoff e Tchaikovsky em boa verdade.
O Verão tem mesmo destas coisas que nos fazem tirar do nosso lugar.
Como sempre, estou morta e desejosa pelo chegar do Outono.
Já a perspectiva do Setembro me enche de suspiros: estreias de temporadas de música, dança e teatro.
Já ando a fazer uma listinha, coisa fofa, e ao mesmo tempo chego à conclusão de que cada vez gosto menos do Verão.
Se a próxima estação é uma espécie de recomeço do ano que se interrompeu, o meu próprio recomeço vai ser este mesmo Outono. E não podia estar mais entusiasmada, tal como em miúda a ideia de comprar material escolar novo e conhecer novos colegas de turma me deixava em piruetas!
Era tudo a recomeçar: as aulas de ballet com sapatilhas novas, o estojo com lápis e canetas, as roupas e os sapatos, os livros e os cadernos, os sonhos.
No fundo eu estava a recomeçar os sonhos e há muito tempo que deixei de ter esse recomeço.
Até hoje e agora, em que mais do que nunca me sinto a experimentar umas sapatilhas de fitas cor de rosa, sem ter qualquer ideia do que poderá vir a ser o dia de amanhã.
 


1 comentário:

Anónimo disse...

Coisas boas, tenho a certeza!