Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

A Casa do meu Avô

Há mais ou menos um ano escrevi um texto sobre a casa do meu Avô materno (sobre quem eu já falei bastante aqui no Blog, nomeadamente quando estava no Ibo e ele morreu) . Um primo tinha passado à porta, e enviado a foto para um grupo de família – era uma foto de um buraco, com um camião TIR lá dentro a tirar entulho. A casa do meu Avô, em Lisboa, foi vendida e irá transformar-se num prédio de 6 andares, por ai. Na altura, quando vi a tal foto partilhada pelo WhatsApp, escrevi este texto de rajada, publiquei-o no Facebook e pela primeira vez na vida senti na pele o que é ser-se a “ovelha negra”. Com excepção dos meus Pais e irmão, que gostaram, o resto da família censurou a minha narrativa. E eu retirei o texto e perdi a foto. Agora, já pode respirar novamente. O texto e eu. Aqui vai:
A Casa do meu Avô.
A Casa do meu Avô fica no número 159 da Avenida Miguel Bombarda, em Lisboa. Antes de se chegar à porta, tem um portão de ferro, que está sempre meio aberto. A Porta é enorme, e tem uma jan…

Mensagens mais recentes

As memórias de África

um ano de jejum

da cor do Niassa

eu não sou deste tempo III

3 7

O triciclo

up!

cada um é para o que nasce