10.10.12

Conversas do Divã #6


Mudaste.
Descobri que, espantosamente, as pessoas (algumas) mudam e mudar é bom.
A mudança implica aceitação e aceitar retira-nos o medo de mudar. É tipo pescadinha de rabo na boca.
Quando aceitamos uma situação, adaptando-nos a ela, partimos para um começo e esse começo é a mudança.
As pessoas mudam e isso é maravilhoso.
A mudança implica conhecimento e o conhecimento de nós próprio tranquiliza-nos e dá-nos a paz que procuramos. Não temos medo. Temos menos medo, vá. Que o medo também é "bom".
As pessoas mudam, e numa relação de amor, amizade, parentesco, profissional, as pessoas mudam-se e crescem.
O "conhece-te a ti mesmo" não é filosofia barata, é mesmo o princípio de tudo pelos anos 400 e picos a.C.
É a liberdade de escolha, de aceitar o que sou, com todos os defeitos e qualidades, de saber dizer o que sou, de não ter medo de falar, de ser, de mudar- para mim é essa arte de viver.
E a descoberta disso é uma revelação.


Isto é tudo uma teoria espectacular, mas na prática são poucos os "sem medo", os que dão voz a si próprios, os que mudam.
Acho que 95% do mundo está "do outro lado". Mas já não é nada mau perceber que existe qualquer outra coisa "para além disto". Quem quiser que dê o "salto".

Sem comentários: