11.9.12


Há dias em que gostava de ser uma leoa a descansar debaixo de uma acácia, a contemplar a savana em África.
Esta imagem é o ilustrar perfeito das minhas curtas e breves ambições de pertencer a um outro mundo, do silêncio, do que é natural e não imposto, do que é ser-se e não parecer-se.
Mas também gosto de ir almoçar ao Chiado com as amigas e espreitar as lojas (pronto).

2 comentários:

macaca grava-por-cima disse...

singularidades de uma mulher aos 35 ;-)
bjs

Anónimo disse...

Pois, esse pronto é fatal.Não sei, mas para leoa ainda te falta um bocadinho.Talvez uma visita ao Jardim Zoológico antes de espreitar as lojas?não? , não?.