25.2.13

 
 
 
Em jeito de interrupção do tema pré natal, esqueci-me de vos relatar o casamento que tive no Ritz em Lisboa, aqui ilustrado pelas fotos "by me", tiradas com o telemovel, é certo.
Só posso dizer que o que é clássico e bonito, é sempre clássico e bonito em qualquer momento e sítio do universo. O Hotel é lindo de morrer. Ontem, hoje e amanhã. O eternamente bonito é tão difícil de conseguir, quão simples e linear é a sua expressão - como este vão de escadas (que subi e desci várias vezes a caminho da casa de banho, como imaginam...).
 
No fim da noite, ou talvez foi mesmo quando a animação começou, eu feita Cinderela com sapatos de sapo e perímetro de abóbora tive de me salvar de um táxi e corri para o sofá de casa, de pijama e pantufas.
Num último relance, passei pela sala/ Hall do Hotel, que só confirma o que sempre suspeitei deste lugar.... an expensive way to find eternal simplicity!
 
 
 


1 comentário: