12.3.12

Consegui!


Este monte de coisas amorfas foi a minha 421ª tentativa de fazer suspiros, que pela primeira vez resultou em algo que se assemelhasse com aquilo que obtemos quando juntamos claras em castelo e açúcar. Tão somente estes dois singelos ingredientes já me deram mais dores de cabeça do que assar um porco inteiro e espetar-lhe uma laranja na boca. (não que já o tenha feito, mas admito fazê-lo sem qualquer medo!)
Consegui fazer isto que se vê na foto. O sabor estava excelente e tinham a tal "pastilha elástica" lá por dentro! O aspecto era péssimo, no sentido em que houve primeiro uma réplica do terramoto de 1755 e depois comemos os despojos dos ditos.
O truque será mesmo o forno (temperatura) e tempo de cozedura, a falha foi eu não ter as formas de papel e ao usar as de empadas/queques, sem ser untadas, colou-se tudo ao fundo.
Mas que importa isso agora?
Esta era mais uma das minhas resoluções/ passas para este ano. E lá vamos nós a caminho da próxima.
Neeeeext!

2 comentários:

Anónimo disse...

Que maravilha! Gabo o teu sucesso pois eu nuca fui bem sucedida!

Mas se tiveres paciência para tentar mais uma receita peço alguém que parece dominar inteiramente a questão do suspiro.

de qualquer forma PARABÉNS

Anónimo disse...

O problema foi o tremor de ferro.