23.3.12

Príncipes e Princesas




Em vésperas de final de 2ºPeríodo, encontrei-me com duas turmas da 3ªClasse de um Colégio em Lisboa. E como eu gosto destes momentos!
O pretexto foi o Livro "Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas" com o meu Conto do Príncipe Igor, o menino de 8 anos que não consegue ver as cores e que graças ao poder da sua imaginação e da ajuda da amiga Íris, imagina as cores e consegue "vê-las" através do Arco-Íris.
Além de falarmos sobre a história, fiz um exercício sobre "como escrever uma história".
O esqueleto/ enredo ganhou vida e com algumas brincadeiras consegui explicar a miúdos de 8 anos como é que se constrói uma história a partir de uma ideia.
O "Sr. Enredo" ficou na sala de aulas, as Professores dizem que vão utilizá-lo assim que regressarem das férias. Para uma hora de atenção ao final do dia, num final de período e numa sala com mais de 30 miúdos, portaram-se muito bem!
Fazem sempre as perguntas mais giras, mas aquela que é para mim a mais engraçada é quando querem saber quem é o "meu Príncipe Alexandre", a quem eu dedico o conto.
Quando respondo que é o meu marido, as meninas ficam todas coradas e fazem risinhos escondidos, os rapazes acham uma lamechice e fazem caretas.
Há coisas que são sempre iguais a vida toda!!



1 comentário:

Anónimo disse...

É.Meninas que ficam coradas quando se lhes dizem coisas relacionadas com marido , esposa , mulher etc , isto é, coisas a ver com sexo ,essas tais meninas ou até tambem meninos ficam, como que envergonhados e fazem rizinhos.Todos nós fizemos isto.Se calhar é porque a relação sexual , ou a relação entre dois sexos de sinais diferentes , são assuntos á parte , fazem parte de um universo especial.É que essa relação manifesta-se vàrias vezes durante um dia de trabalho e ás vezes durante o sono , como tal parece tratar-se de uma questão mais ou menos banal e não tanto um assunto á parte.