14.1.13

a cena da outra...

Eu não vou escrever nada de novo acerca da outra miúda que deseja uma mala Chanel em 2013.
Ela que deseje melhorar da rinite alérgica ou dos fungos das unhas dos pés. Estou-me literalmente nas tintas.
Eu já AQUI falei acerca da minha opinião sobre esses Blogs que pululam como abelhas em época do cio, e saltou-me logo uma vespinha a dizer que fútil era eu, que ela também tem o seu Blog, por sinal cheio de visitantes, e até estuda medicina e mimimimimi...
 
Olá Rita,
Escrevo-lhe porque vi o seu comentário no blog da Bimba Without the Lola.
Queria dizer-lhe o seguinte: a Rita é tão triste quanto todas essas bloggers que refere como "figuras deprimentes" quando generaliza dessa maneira. Sim, há muitos blogs de moda péssimos, com um português horrível e fotografias tiradas contra a cómoda da avó. Mas há também muitos blogs de pessoas que escrevem bem, têm cuidado com a qualidade fotográfica e têm até bastante criatividade. Se quiser que lhe indique alguns para ver se muda de ideias estou ao seu dispôr.
E quanto à sua dúvida existencial acerca do que fazemos da vida... posso dizer-lhe que eu, além de escrever o blog Miss Tangerine, estou no segundo ano da Faculdade de Medicina, moro em Lisboa com uma família normalíssima e hoje em dia financio a maior parte da minha roupa pelo blog, já que muitas marcas me propõem revisões das suas peças.
Espero que pelo menos considere adquirir outra percepção acerca de quem tem blogs de moda. Porque, acredite ou não, há quem os escreva porque gosta do tema, tal como a Rita escreve este sobre a sua vida porque o tema lhe é querido.
 
Se espremermos laranjas temos sumo de laranja, certo?
Se escrevermos sobre roupa e sapatos, cabelos e maquilhagem, malas e acessórios temos material efémero, fútil e que no fundo adensa o paradigma do "ter-ser" a 120% certo?
Se escrevermos sobre o pensamento estruturante, os suportes à circulação de ideias, a relativização e a contextualização temos material enfadonho, filosófico e chato, certo?
 
Guess what?
 
Há pessoas para tudo neste mundo, para aulas de Filosofia chatas e amorfas e para Blogs de sapatos e malas superficiais.
O que me encanita a mente é por que ficam logo as pessoas tão ofendidas por ser fúteis? Os intelectuais não se ofendem com o que lhes chamam.
Estas meninas são fúteis, não compreendem que a razão que as leva a escrever é inversamente proporcional ao que nos faz ser e ter conhecimento de nós próprios e da vida, e por isso ficam logo muito sensíveis e incomodadas.
Mas elas têm o seu público, legítimo e fiel, como o Tony Carreira e o Frank Sinatra.
Estou fartinha destes moralismos, dos que defendem a Pepa e dos que acusam a Pepa de ser uma desmiolada e acham que ela devia era desejar a paz no mundo, tipo Miss Universo.
Ela se quiser ter 20 malas Chanel que as tenha, qual é o mal da rapariga querer uma mala?! Vai roubar um banco, assaltar uma velhinha na rua? Vai enganar umas amigas e criar um sistema de pirâmide criminoso? Vai passar cheques carecas?
Não.
Ela tem um Blog de moda, ela é fútil, ela tem 20 e tal anos, ela não pode querer outra coisa que não seja uma mala.
Eu também quis uma Longchamp em pele pelos meus 35 e consegui tê-la. Isso faz de mim uma fútil, então que seja.

A miuda só se chama Filipa, quer uma mala e por acaso vive em Cascais, se morasse na Arremtela e se fosse Vanessa já lhe achariam tanta graça não era?

Pois era.

Deixem-se  é de moralismos e de falsas crenças de que somos é todos muito altruístas e estamos todos aqui para ajudar o próximo e zelar pelo bem comum.
Somos o animal mais egoísta do Planeta, não queremos saber de ninguém sem ser de nós próprios e os portugueses ainda juntam a isso ser o povo mais invejoso que a Arca de Noé fez desembarcar na terra.
E pronto.


4 comentários:

Anónimo disse...

É assim mesmo.Franqueza a cima de tudo.

Dias Cães disse...

Porque é que ficam ofendidas de serem chamadas de fúteis?
Que eu saiba ser fútil é um adjectivo depreciativo e parece-me que, talvez seja por isso, não gostem.
Quantos às filosofias chatas... eu gosto... e acho isso abonatório à minha inteligência.
Cada um vive com o que tem.

Anónimo disse...

Gostava de vestir os meus neurónios esta estação de Primavera/Verão 2013 na moda, alguma ideia, dica, ou conselho?

Manuel Alonso disse...

Essa coisa de assaltar velhinhas é comigo, considero isso um roubo de personagens e... então, quando entro na tua lista de pasteleiros?