9.1.13

os cantos da casa





 
Ele raramente mostra o que faz, diz-se autor de qualquer coisa ou pretende revelar o talento que tem, que lhe é natural e espontâneo.
Por isso, quando no outro dia o meu marido tirou estas fotos da nossa sala e me disse: "podias pôr isto no teu Blog e dizer que são os cantinhos da nossa casa..."
E eu: "Como?!"
Não esperei nem um dia, aqui estão os cantinhos da nossa casa.
 
Todos eles construídos pelos dois (mas o cérebro é o dele) com amor e peças especiais:
- o "A" que eu ofereci quando fez a sua primeira maratona.
- os livros de pássaros do meu Avô.
- a foto dos dois no topo do Empire State Building em Nova Iorque e dos três na Zambujeira do Mar.
- o espelho da minha Avó e um móvel velhinho que era do Hotel Aviz.
- um quadro a óleo de um cão que compramos na nossa primeira viagem a Londres.
 
A nossa casa espelha totalmente o que somos, como somos; não é preciso gastar muito dinheiro, nem ter coisas que estão na moda.
Basta ter gosto e prazer naquilo que pomos em nosso redor.
 
 


3 comentários:

Anónimo disse...

GOD BLESS YOU THE THREE OF YOU!

macaca grava-por-cima disse...

concordo plenamente com o teu último parágrafo!!! ;-)

Anónimo disse...

Tudo isso vale a pena.Ter gosto por essas coisas é muito importante.