10.5.13

diários de moçambique**#8



Diário de Moçambique. Volume 1. "do que te leva a ir"

(a partida)

6 de Junho de 2010 (Domingo)

Já entraram mais duas propostas além da primeira. Uma delas bastante interessante.
Ou seja, já nos apercebemos de que certamente iremos vender esta casa.
Agora assaltam-me outras questões, dúvidas, pensamentos que vêm soltos como: se isto não é mais do que uma "viagem terapêutica" para o X. e eu o que faço é acompanhá-lo.
De que isto é tudo sobre ele.
Ando aqui às voltas com muita coisa, muitas inquietações - que nada têm a ver com a minha capacidade de adaptação ao lugar, à vida em África, ao calor ou até à falta de bolacha...
Tem a ver comigo a encontrar o meu papel; qual irá ser o meu papel lá?
Que quando lá tinha estado já tinha sentido este dever de missão - de algo que devo cumprir. Mas qual o meu papel ao lado do X.?
E se isto se trata de uma fuga ou uma passagem para uma outra fase? qual fase?

22 de Junho de 2010 (3ªfeira)

O Verão começou ontem e Portugal ganhou 7 a 0 à Coreia do Norte, no Campeonato Mundial. Ontem tivemos a visita da Fátima e do Miguel, quem nos vai comprar a casa para alugar a turistas. Vieram tirar medidas e já compraram candeeiros e móveis. Correu bem a visita, em princípio dia 24, 5ªfeira, assinamos o contrato de promessa de compra e venda.
Hoje o X. falou com a Directora e teve toda a coragem de dar a novidade - a partir de dia 5 de Julho já não vai trabalhar! E que coragem - pelos vistas ela até lhe agradeceu por ter avisado com alguma antecedência. Quase que chorou... algumas lágrimas de crocodilo.
E nós temos dando aos poucos a notícia aos familiares e amigos - na 6ªfeira passada fomos jantar a casa do Avô e demos a notícia aos Tios e aos Primos. A reacção foi boa e positiva - e toda a gente admira o nosso acto de coragem e que sorte haver este "desprendimento" de poder "largar tudo" e ir...
Esta semana que passou fui à Biblioteca Municipal de São João da Madeira, Dr. Renato Araújo (meu bisavô), apresentar o livro dos Príncipes e Princesas. 
Gostei tanto e senti-me muito bem entre os miúdos com 8 e 9 anos. Não têm pudores, dizem efectivamente o que lhes vai na alma. A partir de quando é que isso deixa de acontecer? Esse filtro instala-se a propósito de quê e por que razão? 
Se hoje um adulto é assim, acusam-no de ser imaturo, criança, desmiolado... e depois, pelos vistos, gostamos de ouvir as crianças... imaturas!   
 
24 de Junho de 2010 (5ªfeira)
 
Dia de São João Baptista - o Santo do Ibo.
Dia em que assinamos o contrato de venda da casa e o dia em que o X. entregou a carta de despedimento no Banco.
Já não é um sonho - tornou-se realidade!
 
6 de Julho de 2010 (3ªfeira)
 
São 14:45 e já temos a casa toda empacotada!
Já anda a grua para cima e para baixo a pôr os caixotes lá em cima. Ontem fechamos mais um negócio de um pequeno apartamento aqui na Rua Poço dos Negros, para remodelar quando voltarmos em Março.
Hoje, às 19h00 vamos ter com o Nuno M. S. para nos dar umas dicas de Moçambique.
Este fim de semana que passou foram almoços e jantares com amigos - uma roda viva de afazeres! Estamos cansados, exaustos, estoirados mas felizes. Ontem, quando fomos pôr as alianças num fio de corda, a rapariga da loja perguntou se iamos para alguma guerra!
Hoje está um calor impossível, o mesmo de ontem e do fim de semana - tem estado um calor abrasador.
As próximas escritas são no avião, ... talvez mais lenta e fresca, de raciocínio e de atmosfera.
Africa, here we go! It's time for Africa!

**excertos do meu Diário Pessoal escrito durante a minha estadia em Moçambique, entre Julho de 2010 e Agosto de 2011

Sem comentários: