20.9.13

relatório da escola





 
A ida do meu bolinha para a creche também foi um período de adaptação para mim. Ao final do dia ficava exausta e pronta para me deitar às 21h30 da noite.
O M. chorou todos os dias à hora do almoço, pois acha que é uma boa altura do dia para se fazer mostrar a sua irritação. As educadoras estavam impressionadas com os pulmões do rapaz... é verdade, ele nasceu a chorar e a guinchar de uma maneira que os médicos dos blocos de partos do lado, enfermeiras e assim, vieram todos ver o que se estava a passar.
Pois se é para chorar, que seja.
O contrário também se aplica. Se é para rir e ser bem disposto, então sejamos.
O M. ri-se para um tupperware se for preciso. Adora conversar com quem lhe dê um segundo de atenção, e mal chegou à creche, no primeiro dia, no primeiro minuto, deu logo uma gargalhada para as auxiliares! Além de que o entusiasmo com brinquedos novos foi tanto que deu logo uma carolada numa menina...
Fui buscá-lo sempre com uma roupa diferente com a que tinha ido de manhã, sujava-se todo (só para não utilizar aqui uma linguagem mais sugestiva) entre o choro de não querer comer a sopa, que acabava por bolçar toda cara abaixo e a diarreia com que esteve porque lhe estão a nascer os dois dentes de baixo, o estado de sítio em que vieram as roupas para lavar em casa, foi qualquer coisa.
Hoje é dia de "folga". À sexta-feira não há Escola.
No meio disto tudo, o que é certo é que começou a dormir a noite toda entre as 00:00 e as 06:00 da manhã! Não há cá 3:45 da amanhã, acordado na cama, porque se virou ou quer água, ou quer conversa.
Acabou-se.
O certo é que agora às 7:30/8:00 está pronto para a vida. Durante a semana é tudo bonito, ao fim de semana é que vai ser duro.
Cá estou eu a planear umas saídas ao Parque ainda o orvalho não derreteu, ou enfiá-lo na minha cama com uns 10 brinquedos, ou ligar a televisão e eu durmo no sofá...
o que é que se faz com um bebé às 8h00 de Sábado? ainda ninguém pensou nesse negócio?
Pensem e depois contem-me coisas. 

Sem comentários: