25.6.13

ontem

 
Ontem foi dia 24 de Junho. Dia de São João Baptista, o santo do Ibo.
Dia de festa na minúscula Ilha no Ibo no meio do Índico, onde vivi e senti tanta coisa.
Dia em que assinamos o contrato da nossa casa há 3 anos atrás e o X. aprensentou a carta de demissão. Dia em que a burocracia confirmou os nossos planos de seguir para Moçambique.
Ontem foi o dia em que fiz a mudança para a minha casa nova, com 37ºC na rua.
Ao fim de quase quatro horas a despejar caixotes escadas acima e abaixo, sentei-me a preencher o cheque e confirmei com o homem da mudança: que dia é hoje?
24 de Junho.
Pois é..., pensei, é dia do Ibo.
Por acaso marcamos as mudanças para ontem e não realizei esse facto até ao momento de preencher o cheque.
Mas o que ainda carregou este dia de significado, foi a forma como terminou.
Fui dar um mergulho no Guincho com os meus primos e o Flash.
E se eu fosse cão, e não estivesse feita picadinho, de exausta de cansaço e calor, era o Flash a correr na praia e a mergulhar no mar. A alegria dele e a sua total liberdade confirmaram o que senti ontem, acompanhada pelos meus primos, como se fossemos irmãos, na praia que sempre foi minha.
Mergulhei às oito da noite, no Atlântico, numa água limpa, fresca e cheia de energia positiva.
Foi um banho para a minha alma, um baptismo de nova vida.
E se fosse cão, era esta a minha expressão.
Cansada mas feliz.


Sem comentários: