28.6.12

Ninguém gosta do meu Blog

Hora de almoço e trabalho entre amigas e Lifestories.
Falamos de tudo e mais um par de botas e definimos estratégias, reuniões, empresas a ir, encontros a marcar.
Partimos para o que está a dar, os Blogs de agora, as cenas mais in, etc, etc...
Blogs com 20.000 visitas por dia, coisas que as pessoas põem no Facebook e têm 500 likes, frases soltas como "Granda sol, granda calor, bora lá curtir, bom dia!!" que originam 213 comentários.

E eu digo: Ninguém gosta do meu Blog.

E elas dizem: As pessoas querem pensamentos e desabafos sobre as calças fluo da Zara ou do "ex" que dormiu com a melhor amiga. A malta quer coisas giras, vasculhar a tua vida, saber o que comes, com quem dormes e o que fizeste no fim de semana.

Saber o que te vai na alma é uma seca, Rita.

Concluímos as três ser efectivamente um factor de sucesso para um Blog, uma receita que não me assiste.
Mas, eu não desisto, eu não desisto! O bolo de arroz é o meu alter-ego e eu respeito o meu lado interior e contemplativo.

Mesmo assim, e sendo que uma blogger bem resolvida, tirei uma foto a parte do "meu canto". Aqui está o meu lado mais pessoal, as coisas minhas.
Para lá disto, só mesmo tirar fotos das minhas unhas e dos meus pés, da minha gaveta das meias e afins.

Cá vai. Pode ser que assim alguém vá achando mais piada a esta pastelaria.


P.s - e nem a propósito, subindo hoje a Rua Garrett a caminho de casa, cruzei-me com a Pipoca Mais Doce, a própria rainha dos Blogs em Portugal.

3 comentários:

Anónimo disse...

Ó Rita!!!!!!!Tu fazes aquilo que tu entenderes , à tua maneira com o teu alter-ego.Não olhes nem para os lados nem para trás é sempre a olhar para a frente e não olhes para as desgraças que existem para aí.Cuidado com isso , porque por aí anda muito lixo.Toma atenção para isso.

macaca grava-por-cima disse...

Eu GOSTO! Aliás, eu GOSTO MUITO do teu blog. E até podias ter um cãozinho de loiça em vez do auto-retrato do Van Ghog ou um naperon de cozinha aí na cómoda que eu continuava a gostar à mesma...
É da adversidade que nasce a riqueza... E os blogues, como as pessoas, querem-se genuínos (mas isto ou eu!)

Bjs e don't you dare stop writting!!!

macaca grava-por-cima disse...

errata: (mas isto sou eu!)

adenda: não pares de escrever, seja no blog ou noutro sítio qqr... ok?

E a tua reflexão sobre blogs dava pano para mangas... mas agora honestamente não tenho tempo :-) bjs