29.12.12

uns restos do Natal...

 
Ainda aqui ficam uns restinhos do Natal, pois eu ainda não tive vagar para vos dar conta destes dias de Festas. Os cadernos da Lifestories têm-nos retirado muito tempo e agora ainda mais, depois do artigo no Suplemento P3 do Público (o artigo pode ser lido AQUI).
Além disso o computador também resolveu ter uma espécie de bloqueio nervoso de final de ano e mostra-me um ecrã profundo e preto, e é tudo.
Fechei-o e desisti de tentar, pelo menos até ter cabeça para me dedicar a essa causa.
 
Mas dizia eu, ainda tenho uns restinhos do Natal, como falar-vos da fantástica performance do Flash durante os dias 24 e 25 de Dezembro. O Flash durante dois dias foi um cão de 40 quilos dentro de duas casas lotadas de gente, crianças, adultos, velhinhos, bebés e grávidas. Além de queijos, tostas, arroz, bacalhau, batatas fritas, pão, manteiga, leitão, perú recheado, batatas assadas, presunto, mousse de chocolate, farófias, arroz doce, bolos, pudins e tartes.
Portou-se tão bem o meu Flashinho!
 
É já um cão com 4 anos, convenhamos, e nós tinhamos a secreta esperança de que um dia havia de ser, o bicho havia de se acalmar e ser um real cão de companhia. Apesar de ter roubado uns bonecos da árvore de Natal, mais uns brinquedos das minhas sobrinhas e de ter literalmente comido uma casa do jogo do monopólio, o Flash tem de receber uma boa nota pela prestação natalícia.
O meu Pai diz que ele está "um Senhor!".
Meu cão lindo.
 
Estou cheia de saudades, pois desde o dia de Natal que ficou em Cascais, com os meus Pais, e eu e o Alfa sentimos a casa muito vazia. Dia 1 já o vamos buscar para ao pé da gente. Até a minha Paula reclamou logo assim que chegou a casa e não o viu...
Apesar de não falar, nem de se ouvir, o Flash é (cada vez) uma excelente companhia.
São precisos é 4 anos para se começar a falar assim... e o melhor é ainda não deitar os foguetes todos!
 
 


1 comentário:

Anónimo disse...

Bravo!!