25.10.11

E finalmente, gatos nos corrimões das varandas vai também, sempre bem!



É verdade que sou uma "dog-person", mas como sou atraída pelos bichos em geral, tenho vindo a desenvolver uma certa empatia com os mini-felinos. Tenho muitos vizinhos com gatos e eu gosto de os ir observando. São curiosos e misteriosos. Têm lá uma maneira de se dar com as pessoas que só eles é que sabem, e quem não gosta que se lixe e pronto.

São muito arrumadinhos (conseguem estar sentados em 3 milímetros de base plana), compostos. Cuidam-se e preservam-se.

Há os gatos nos parapeitos das janelas, sempre muito atentos aos movimentos da rua; há o gato do Oculista do Calhariz que deve pesar uns 10 quilos, além de lindíssimo, vive dentro da Loja e à noite dorme na montra! E ainda há os gatos que exploram as traseiras de uma casa, os terraços e os telhados. Sempre numa atitude de exploração do desconhecido, como se estivessem no meio da savana.

O Flash ainda não os compreendeu muito bem, mas é altamente atraído pelo cheiro e teima em enfiar-se debaixo dos carros!

Por aqui vamos continuando no estudo e observação da espécie!

Sem comentários: