7.12.11

dear santa claus...


Adoro a malta que faz a sua lista de presentes e publica nos Blogs, pois no fundo aquilo são grandes indirectas aos maridos/mulheres, aos Pais, aos irmãos, aos amigos mais chegados. Com uma grande pinta sacam os presentes, disfarçados de uma pueril inocência.
Como aqui para estes lados o Pai Natal não existe mesmo, nem há margem de manobra para indirectas, torna-se muito mais divertido pedir coisas.
Em que o meu pedido está ao mesmo nível de fantasia das crianças pequenas, mas os objectos são bem mais encorpados, se assim se pode dizer.
A colecção Panthère da Cartier é linda de morrer e eu quero tudo, até mesmo quando não são panteras e são leopardos, um bichinho mais familiar desta simples casita de joalheiros (como se vê no anúncio). Pode vir o que for: anéis, pulseiras, brincos, colares.
Haverá coisa mais bela e indulgente no universo do que usar uma jóia sem adjectivos?
Deixo então ficar ao Pai Natal as imagens das peças, os  valores são tão terrenos e singelos que evito ferir susceptibilidades.
Não sou esquisita. É mesmo o que quiserem. Desde 1847 à nos jours!



2 comentários:

Anónimo disse...

Eu também quero!

Vera disse...

Lindos!